quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Vem mesmo a Calhar!

Como evitar aumentar de peso nas Festas de Natal

"Existem estudos onde mostram que os Portugueses engordam entre 500g a 2,5 kg na época natalícia. Como o conhecido ditado diz: “os olhos também comem” e por vezes há também quem diga que o cheiro da comida já faz engordar... Tenha especial cuidado neste Natal.
As mesas fartas podem ser uma tentação. Os doces da mãe, os bolinhos da avó, os salgadinhos das tias, os fritos... são tudo uma doce tentação e uma perdição para quem pretende perder peso.
Nesta época especial tenha apenas o cuidado de não engordar. Não pense que tem de emagrecer, porque assim irá estar constantemente a pensar nas calorias, na comida, no que não deve de comer e no que não pode fazer e assim não aproveita o convívio e o prazer da época natalícia que prima de reunião familiar e confraternização.

A tradição portuguesa diz que a mesa tem de ser composta de tudo um pouco, onde os pratos principais variam desde o bacalhau cozido, porco com amêijoas e peru recheado. Estes pratos bem confeccionados são saborosos e não se traduzem em hipercalóricos. O problema está no “antes” e “depois” do prato principal.
É normal encontrar-se nas casas portuguesas, uma mesa repleta de entradas e outra repleta de doces.
Entradas
Nas entradas encontram-se os fritos, rabanadas, salgadinhos, filhós, sonhos, marisco entre outros. Pode optar por provar um pouco do que mais gosta, ou então pedir para provar de um familiar próximo. Se não fizer questão que saibam que está de dieta, seja discreto/a, procure apenas mostrar que gosta, mas que não tem fome suficiente para comer uma entrada completa sozinho/a. Os fritos são de evitar ao máximo, estes são ricos em gorduras. Se os fritos forem comprados em grandes superfícies é provável que estes venham ricos em gorduras trans e gorduras saturadas.
Doces
Na mesa dos doces pode encontrar diversos doces. Portugal orgulha-se da sua gastronomia diversa e saborosa. No Natal é comum encontrar-se o bolho rei, tronco de natal, bolo podre, azevias, fios-de-ovos entre outros doces. Tente não passar pela mesa dos doces quando entra em casa para a ceia. Tente passar por esta mesa só depois de ter comido o prato principal. Se a fome for muita, aconselho a comer uns frutos secos, tentando não exagerar na quantidade. Os frutos secos são ricos em gorduras insaturadas que são saudáveis uma vez que contribuem para a diminuição do colesterol, reduzindo o risco de aterosclerose e doenças cardíacas. Procure não exagerar no consumo destes frutos, uma vez que 100g de frutos secos pode conter mais de 550 Kcal. Se lhe apetecer algo doce, procure as gelatinas, que satisfazem o desejo e não contêm muitas calorias.
Antes de chegar à ceia de Natal, não pense em deixar de comer ao longo de um ou dois dias, para depois comer tudo o que lhe apetecer. Isso é um enorme erro que faz. Deve comer normalmente, fazer as 5 a 6 refeições por dia, em pequenas quantidades. Procure sim ingerir mais saladas e vegetais. "
Achei que tinha tudo a ver com o post de ontem e por isso aqui ficam mais algumas dicas.

2 comentários:

Algodão Doce disse...

Olá linda
Gostei do tema do teu post...
Acredito que se engorde mesmo nesta época...

Para mim o que me assusta é mesmo o mês todo, são fins-de-semana prolongados...festas, aniversários...o Natal ainda é o que menos medo me mete...

Beijinhos grandes
Algodão Doce

jorge_m. disse...

Olá,
o meu mal é mesmo os chocolates, passo os dias de Dezembro a comer chocolate, não sei porquê, mas tem sido assim, mas isto tem de parar =(

bjs e força!